25 janeiro 2012

CARTA ABERTA aos DIRIGENTES COMUNISTAS

CARTA ABERTA aos DIRIGENTES COMUNISTAS .por Miguel Mattos Chaves a Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012 às 19:45. É inacreditável ver como os Dirigentes Comunistas (em Blogues e na Imprensa) continuam a distorcer os factos e a mentir às pessoas. Como continuam a mentir aos Portugueses. Agora, á falta de melhor, dizem que eu sou Fascista ??? Quem me conhece, profissionalmente, pessoalmente e políticamente sabe quem eu sou e por isso não me dou ao trabalho de comentar as vossas disparatadas afirmações e ataques á minha pessoa. Acontece é que NÂO TENHO MEDO de VOCÊS, nem NUNCA TIVE, e por isso desmascaro as vossas mentiras, seja onde for. O que vocês Dirigentes Comunistas não conseguem engolir é que VIVEMOS EM DEMOCRACIA e que vocês deixaram de ser Inatacáveis... e têm vindo a perder o Poder de enganar as pessoas. E mentem, mais uma vez, quando dizem que são Democratas. Nem sequer têm a coragem de admitir que EM NUNHUM PAÍS do MUNDO instauraram uma Democracia. Digam-me UM SÓ PAÍS ONDE TENHAM IMPLANTADO a DEMOCRACIA.? Digam lá aos Portugueses qual foi o País onde implantaram uma Democracia ! Mesmo em Portugal, ... há que repor a verdade dos factos!! Em primeiro lugar o único movimento Fascista que existiu em Portugal, no tempo do Estado Novo, foi o comandado pelo Dr. Rolão Preto. Os "camisas azuis". E esse movimento foi neutralizado por ordem do Dr. Salazar. Mas isso vocês sabem. Então se sabem, ... o que é que se passa? Passa-se que Vocês precisam de agitar as pessoas, precisam de que elas tenham medo e por isso atacam, quem se atreve a enfrentar-vos, chamando-lhes Fascistas e outras asneiras do género para as calar. Comigo, ... vieram bater a má porta! Na verdade o Dr. Salazar NÂO GOSTAVA dos FASCISTAS nem dos COMUNISTAS pois ambos os movimentos ideológicos defendiam e defendem DITADURAS. E nisso são IGUAIS. E é tempo dos que eventualmente não saibam, ficarem a saber disto! Entre Ditadura e Autocracia (que foi o que houve em Portugal no Estado Novo, devido á necessidade de se acabar com a desordem social, económica e política instalada em Portugal por Socialistas, Comunistas, Anarquistas e outros “istas”, da 1ª República) existe uma diferença muito grande, que se quiserem eu explico melhor. E a verdade, também, é que NÂO FORAM os COMUNISTAS que implantaram a Democracia em Portugal. Foram os Militares! Que evoluíram de um Movimento de Protesto para terem mais regalias e melhores salários, para um Movimento de Contestação ao Regime. E mesmo assim, estes só se pronunciaram dessa forma em 1972, pois até aí (1972) tinham apoiado o regime incondicionalmente. Foi por razões salariais, por razões de conflito entre Oficiais do Quadro Permanente e os Oficiais do Quadro de Complemento (se quiserem eu conto a história toda) e por razões de quererem melhores regalias, quando em serviço nas ex-Províncias Ultramarinas, que começaram a deixar de apoiar o Regime da 2ª República. Não foi por quererem a Democracia. Mas ... quem implantou a Democracia em Portugal, foram os Militares, ajudados por: - Dirigentes do PS (por exemplo o Dr. Mário Soares a que vocês, Comunistas, também chamaram muitas vezes de Fascista ), - Dirigentes do PPD (por exemplo o Dr. Sá Carneiro a que vocês também chamaram muitas vezes de Fascista), - Dirigentes do CDS (por exemplo o Dr. Freitas do Amaral a que vocês também chamaram muitas vezes de Fascista), - Dirigentes do PPM (por exemplo o Arqtº Gonçalo Ribeiro Telles a que vocês também chamaram muitas vezes de Fascista), E foram os Militares comandados pelo Gen. Ramalho Eanes e pelo Corpo de Militares do Regimento de Comandos, comandados pelo Coronel Jaime Neves que Vos Derrotaram em 25 de Novembro de 1975, quando Vocês queriam ASSALTAR o PODER para instalarem, (também em Portugal), mais uma das vossas DITADURAS. O que os Senhores queriam era ver implantada a Vossa “Ditadura Proletária”, que é UMA DITADURA que fez cerca de 70 milhões (nº de mortos na URSS por razões políticas) um milhão de vezes PIOR que a Autocracia Moderada que existiu, em Portugal. E como NEM SEQUER assumem públicamente o que gostariam de fazer a Portugal e aos Portugueses, se pudessem, (que NÂO GOSTAM de vocês NEM VOS QUEREM a Governar), lançam os ataques do costume e CHAMAM FASCISTA a TODA A GENTE que NÃO GOSTA de VOCÊS. Mas a mim não me metem medo. Nunca meteram, pois se tivesse de pegar em armas contra vocês, (em 1975 ou agora), para defender o POVO PORTUGUÊS da VOSSA TENTATIVA de IMPLANTAREM uma DITADURA e de entregarem o meu País á esfera de Poder da União Soviética, tê-lo-ia feito ou fá-lo-ia sem receio. Não fui dos que fugi para o Brasil... FIQUEI !!! O vosso TRUQUE já é velho! Está gasto. Já não convence ninguém. E a minha paciência para convosco esgotou-se há muito. Mudem de postura. Mudem de ataques! ASSUMAM sim ... OS ASSASSINATOS que os Comunistas Russos, Cubanos, Coreanos e Chineses, VOSSOS ALIADOS, praticaram e PEÇAM DESCULPA á HUMANIDADE, ao Mundo pelos Crimes que cometeram em todo o Mundo onde Vos deixaram actuar livremente. E peçam desculpa, em especial AOS PORTUGUESES que viveram no ex-Ultramar, pelas mais de 100.000 mortes que causaram com o processo de Descolonização, entre Abril de 1974 e Novembro de 1975. Peçam desculpa, também, por terem desfeito a vida de milhares de Portugueses que ficaram sem os seus haveres, sem as suas casas, sem os seus empregos. Peçam desculpa por terem implantado DITADURAS COMUNISTAS em Angola, Moçambique, Guiné e Timor. Peçam desculpa, também, por terem ENGANADO e TRAÍDO o POVO PORTUGUÊS que dizem defender. Só vos ficaria bem. Se FOREM REALMENTE DEMOCRATAS aceitem o MEU CONVITE, que já vos FIZ, para debater PUBLICAMENTE comigo ... o que Vocês REALMENTE FIZERAM a PORTUGAL e aos Portugueses de Bem. Digam a Data e o Local público onde querem o debate ..... Eu Lá Estarei !!! Fico á espera da Vossa resposta. Melhores cumprimentos Miguel Mattos Chaves
Enviar um comentário