06 setembro 2012

Os Estados Imprevidentes e a Possível Nova Guerra na Europa

Os Estados Imprevidentes e a Possível Nova Guerra na Europa

Os Estados Imprevidentes e a Possível Nova Guerra na Europa

por Miguel Mattos Chaves a Quinta-feira, 6 de Setembro de 2012 às 2:33 ·
 
Meus amigos,
a História da Europa, está recheada de Lutas pelos Recursos, Lutas pelo Poder e Lutas Ideológicas. Lutas, umas vezes ditadas pelos (políticos, como lhes chamam) governantes, outras geradas em revoltas populares, que se estenderam ao Continente europeu.

O factor proponderante que tem mantido a Europa, desde há 60 anos, fora de conflitos armados de Alta Intensidade, é a existência do Estado Previdência, (fundado por Bismark e adaptado e posto em prática pelos Conservadores Ingleses no pós-2ª guerra mundial e progressivamente estendido à Europa dita Ocidental), agora desvirtuado pelo Estado Social.

Este Estado Previdência, é o que mantem as populações com a noção que têm muito a perder com um novo conflito armado.

O Estado Previdência, fundado por Governos da Direita Conservadora, pretendia fazer face à natural imprevidência do ser Humano médio, e por isso garantia apenas 3 factores:
(1) quando a pessoa está doente, é tratada;
(2) quando está involuntáriamente desempregada, não morrerá de fome;
(3) quando está já em idade avançada, terá uma vida digna.

Mas, se destruirem o Estado Previdência (que não o Estado Social que está a arruinar o primeiro, por estar a dar muito mais que o Estado Previdência, tornando-se ele próprio Imprevidente)
não tenho a certeza de que a Europa não voltará a conhecer um conflito armado de Alta Intensidade.

Pelo contrário, penso que haverá novo conflito armado de alta intensidade no continente europeu, se não houver Visão, Espírito de Missão, Seriedade, Clarividência e Sentido de Estado, por parte dos Dirigentes Políticos.

Cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Enviar um comentário