12 fevereiro 2016

REFLEXÃO - A decadência de Valores

REFLEXÃO - A decadência de Valores
...
Ora então mais uns indícios de que a Civilização Ocidental está no fim do ciclo da decadência de Valores, que acarreta a decadência de todos os outros factores.
...
Tudo tem o seu ponto de ignição no denominado Maio de 1968 em Paris quando um grupo de estudantes sai às ruas contra uma reforma do ensino, então proposta pelo Governo de França.
...
Nessa altura, como é próprio de jovens saudávelmente irreverentes, ditam-se vários slogans.
...
Num testemunho recentemente publicado, Benedict Coen (creio escrever-se assim), refere que ... cito ..."diziamos o que nos vinha à cabeça" e isso foi aproveitado pelos então mais velhos (com o Partido Comunista Francês à cabeça) para tomar esse movimento e fazer dele um movimento de mudança em direcções que nunca suspeitámos"... fim de citação.
....
E alguns dos slogans mais famosos eram: "proibido proibir" ... "amor livre" ... "aborto livre" ...etc...
....
Sem nenhum critério ciêntifico ou antropológico esse movimento e frases foram aproveitados em Portugal pela então Oposição ao Regime do Estado Novo, tomando o movimento estudantil francês (que vivia em democracia) como exemplo do que deviam ser algumas "bandeiras" da esquerda em Portugal.
....
E em sequência surge o aborto, os "casamentos" homosexuais, a adopção de crianças pelos homosexuais que se juntam, e agora (cereja em cima do bolo) a eutanásia.
....
Num mundo ocidental em que a Teoria da Relatividade Social e Comportamental (que não a de Einstein) tomou o passo e a dianteira aos Valores da Honra, do Respeito pela Palavra dada, da Seriedade e Honestidade, e de todos os outros Valores Perenes inscritos na Tábua dos Dez Mandamentos recebidos por Moisés no Sinai, cuja adopção permite a sã convivência do Ser Humano em Sociedade, tudo isto tem progressivamente sido posto em causa.
...
Isto com o beneplácito de minorias agressivas e activas que têm subjugado pela palavra e pela acção a Maioria Silenciosa dos Cidadãos o que levou esta última (a esmagadora maioria das pessoas) a decidir não ir contra ou a fingir acreditar que isso era o "Progresso inevitável".
....
E o que temos assistido, (sobretudo a partir do desaparecimento do "inimigo comum - a ex-URSS comunista, cujas 5as colunas - os PC's ocidentais e seus companheiros de luta - pretendiam a desmoralização das populações ocidentais para melhor as conquistarem) ao ataque final a todos os Valores que caracterizaram a Civilização que agora tem vindo a definhar lenta, mas inexorávelmente.
...
E a MAIORIA dos Cidadãos, a quem foi prometida: (a) a terra do TUDO,.(b). a terra .. de TODOS os DIREITOS ... e só de direitos,-- por comodismo, por cobardia, por medo, ou por todas estas razões juntas, passou a pactuar com esta destruição que vai acabar por lhes cair em cima também.
....
E aqui chegados, e a sofrer uma das consequências desta crise de Valores, que é a crise económica e financeira, estamos num ponto da sociedade em que a Maioria admite tudo acreditando que é "o Progresso" e não querendo ser apelidada (pela minoria activa) de antiquada, ou démodé (mais chique) ou reaccionária (palavrão inventado pela esquerda para encostar os cidadãos de Boa-Fé de Boa-Indole à parede), admitimos sem discurso em contrário o aborto livre, a eutanásia, o terceiro sexo, etc...
...
Novo na História da Humanidade tudo isto? NÃO!
...
- Basta ler a Bíblia e ver a decadência de Sodoma e Gomorra;
- Basta consultar a história da dissolução dos mesmos costumes e valores que levou á destruição do Império Romano;
- para se perceber que NADA disto é novo, moderno ou progressista.
....
É sim, o anunciar do aproximar do final de uma civilização.
...
E o que mais temo é que, a História assim nos ensina, que a restauração dos Valores Perenes da Humanidade se dá por um de três acontecimentos:
- Peste,
- Fome
- ou Guerra.
....
Continuando a MAIORIA das Pessoas a demitir-se da luta contra este estado de coisas, (e consequente destruição dos Valores Duradouros da Humanidade) temo que um dos três fenómenos esteja inexorávelmente perto de acontecer.
...
Até quando a Maioria das Pessoas vai permitir que tudo isto se passe e aconteça?
....
Melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Enviar um comentário