09 agosto 2016

A ÉPOCA dos INCÊNDIOS

A QUEM INTERESSAM os FOGOS?
Veio o calor. Com ele todos os anos as florestas portuguesas são vítimas de ataques criminosos.
...
Crime, que têm as mais diversas origens de motivação, desde as económicas, às financeiras ou simples descuido. Mas destas as primeiras representam mais de 80% da sinistralidade da floresta, como é sabido.
...
Apetece perguntar: Será que os incêndios se tornaram um negócio muito apetecível?
...
Assim parece dado que desde 1980 que se utilizam meios aéreos de combate aos incêndios, pertencentes a companhias privadas os quais custam milhões de euros. Entretanto não são rentabilizados os meios aéreos da Força Aérea Portuguesa (C130 e Puma).
...
Porque é que não são reequipados os meios aéreos da Força Aérea, para a época de incêndios que seria muito mais barato e eficaz do que alugar aviões privados?
...
Igualmente na prevenção e detecção se verificam graves deficiências o que nos leva ainda a perguntar porque é que a Força Aérea não desenvolve missões de vigilância preventiva de detecção e resposta rápida a incêndios?
...
Porque é que a GNR, nas épocas mais sensíveis, cumpre mal o seu papel de vigilância das Matas (já que PSD e PS acabaram com a Guarda Florestal)?
...
Porque é que à Engenharia Militar não lhes é atribuída a missão de abrir estradas corta-fogos nas matas nacionais?
...
Sendo a Floresta um bem estratégico, por razões económicas, financeiras e ambientais, qual a razão de ser o Corpo Nacional de Bombeiros a proceder às compras de Material de Combate a Incêndios e não directamente o Governo da Nação, depois de analisadas e esclarecidas as propostas de compra ou aluguer do C.N.B.?
....
Toda esta situação de desperdício de dinheiro de todos nós, leva qualquer pessoa a pensar que existe uma situação de Alta Corrupção neste capítulo! Ou não?
...
Em resultado de toda esta estranha situação, quem tem perdido é Portugal e os Portugueses!
...
Os sucessivos Governos do PS e do PSD não escapam a esta suspeita pois têm assistido e activamente permitido que se destrua a floresta e se gaste mal o dinheiro de todos nós.
....
Houve alguém que, para justificar esta estranha situação, avocou uma pretensa "concorrência desleal"! Argumento mais que falso pois um Estado Soberano tem a faculdade, no seio do Sistema Internacional, e mesmo no seio da União Europeia, de definir as suas áreas sensíveis e estratégicas. O problema é que temos tido pessoas com categoria insuficiente e com conhecimentos e experiência desadequados, à frente dos sucessivos Governos, ou pior ainda, pessoas que defendem interesses privados em prejuízo dos Interesses Nacionais.
....
Posta esta realidade a nu, apetece fazer a pergunta que se impõe: - para quando Sr. 1º Ministro atribuir à Força Aérea as Missões de Defesa da Floresta, retirando qualquer tipo de intervenção privada da mesma, evitando a eventual corrupção e outros crimes contra o interesse nacional?
....
Para quando tomar medidas de prevenção efectiva restaurando a Guarda Florestal que tinha como missões, a vigilância, a limpeza das matas públicas, a intervenção junto dos particulares no mesmo sentido, o que fazia com extrema eficácia e que a GNR não conseguiu ainda substituir com o mesmo grau de eficácia?
....
Escrevi e publiquei este texto - Mas o Governo e o PSD continuam em silêncio! Porque sera?
A) Na internet - Facebook - Blogue - em Maio de 2016
B) No EDITORIAL que escrevi para o semanário "O Diabo" em 14 de Junho deste ano.
...
Miguel Mattos Chaves – - matos.chaves @gmail.com- 



  
Enviar um comentário