10 setembro 2015

o debate? Comentário...

COMENTÁRIO ao Debate Nacional entre o 1º Ministro e o Líder da Oposição

Tive a ocasião de ver e ouvir o referido debate nas televisões generalistas.
Tenho-me como observador atento do fenómeno político que sempre segui, na esperança de conseguir identificar:
- Uma Estratégia clara para Portugal,
- Caminhos claros a percorrer pelo país,
- Propostas concretas para a melhoria de vida dos cidadãos do meu País.

Tive a ocasião de produzir apenas seis simples perguntas dirigidas aos dois potenciais responsáveis pela governação do meu país.

Não obtive qualquer resposta às mesmas por parte de qualquer dos dois.
Por mim tudo bem.

Apenas fiquei apreensivo porque aos meus compatriotas não foi dada nenhuma resposta aos seus anseios mais prementes, nomeadamente nas questões referentes aos brutais impostos que incidem sobre quem trabalha e sobre quem está reformado.

Dir-se-á: Sou ingénuo por continuar a acreditar que algo de claro e positivo poderá vir deste tipo de manifestações públicas do sistema democrático vigente: os debates.

Na verdade tenho para mim que um 1º Ministro e um pretendente a sê-lo, têm responsabilidades acrescidas e o dever de esclarecer os cidadãos do país.
Penso ser essa a essência do regime democrático.

O que assisti foi, neste aspecto, verdadeiramente lamentável.
Lamentável porque nenhum dos dois esclareceu o que vai fazer;
Lamentável porque o 1º Ministro não prestou contas verdadeiras sobre o seu governo que agora se apresenta a eleições, fazendo crer que não existem cerca de 2 milhões de pobres e mais 1 milhão a caminho de o ser e o que pensa fazer para minorar esta realidade;

Tanto mais que os dois têm programas:
- O do Governo já entregue em Bruxelas mas não explicado aos Portugueses;
- Sei, pela leitura do referido documento, que prossegue na linha da actual actuação do governo o que nos manterá por tempo indeterminado com a mesma carga de impostos.
- Mas o 1º Ministro não o explicou e não o divulga aos portugueses, o que é lamentável.

- O do líder da oposição que não expos o seu programa que já li, ainda por cima, tem conteúdo e é viável; Podia tê-lo explicado melhor e quantificado.
- Tem o mérito de o ter apresentado e quantificado.
- Foi lamentável que o não tivesse divulgado no debate, nas suas linhas mestras.

Lamentável porque o 1º Ministro não disse o que iria fazer e que ainda não me tenha facultado, como cidadão eleitor, um programa claro e quantificado, tal como fez o líder da oposição.
Cabe na verdade aos 1º Ministros ser mais claros que a oposição.
….
Por tudo isto, dou o desconto de ter sido um espectáculo mediático para entreter os portugueses e que deve ter dado muito gozo a jornalistas e comentadores do regime, mas de conteúdo pobre, para ser delicado.

É isto a política?
São estes os protagonistas?

Dado a minha conclusão ser grave, dispenso-me de mais comentários.

O resto do circo vai alimentando os telejornais e restantes programas, mas não tenciono seguir esse espectáculo por agora.

Melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Militante do CDS-PP
Enviar um comentário