26 outubro 2015

e AGORA Sr. 1º Ministro indigitado ?

E AGORA?
Será que o 1º Ministro indigitado tem suficiente know-how?
...
Eu explico:
face á realidade do que as medidas de austeridade (mal) aplicadas pelo Goverrno da coligação significam;...
...
Isto é que os cortes aos reformados e aos funcionários públicos apenas somam 1,3 mil milhões de euros,;
...
contra os 3 a 4 mil milhões que nos vai custar o BES e os 7,6 mil milhões que nos custou o banco do PSD (o BPN);
...
contra o que nos custa manter mais de 300 empresas municipais; mais de 600 fundações, mais de 1.500 institutos públicos, mais de 100 contratos de avenças com escritórios de advogados e economistas, 87 ppp's, etc..
...
SE eu fosse o actual 1º Ministro:
(1) propunha, em sede de Programa de Governo e de Orçamento para 2016, na Assembleia da República a reposição imediata do poder de compra dos reformados e funcionários públicos.
...
(2) igualmente propunha em 2 anos reverter as Taxas de IRS.
...
Com isso "encostava" a esquerda à parede! pois não teriam mais argumentos para chumbar os dois documentos.
...
MAS ... isso era o que eu fazia, com evidente ganho para o Estado, para os Portugueses e para a Coligação.
...
Pode ser que seja surpreendido, mas como já demosntrou não ter perfil de Estadista e de Estratega, não o fará e depois vai-se queixar de que o não deixam governar!
...
Estilo "kalimero" !
...
Vamos ver!
...
Melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Enviar um comentário