05 maio 2017

O que por cá não se discute....

MAIS CINCO (5)  NOTÍCIAS
Em 18 de Abril relatei, no semanário que dirigia, as seguintes notícias, que foram ignoradas em Portugal.

Aqui as deixo para vossa informação:

(1ª) - AVISO DE
PUTIN

Segundo o “Le Figaro” o presidente russo avisou que não tolerará mais provocações com armas químicas que têm como objectivo enfraquecer o Governo Sírio e o seu Presidente Al-Assad.
Em declarações, citadas pelo mesmo jornal, Putin declarou que "temos informações de diversas fontes indicando que semelhantes provocações, e não posso qualificá-las de outra forma, também estão a ser preparadas em outras regiões da Síria, incluindo nos arredores sul de Damasco para culpar o Governo Sírio por essas acções" e que Moscovo vai apelar à ONU para investigarem, com rigor, o incidente em Khan Cheikhoun, de que é acusado o regime sírio.

Minha Nota de 05 de Maio: - nada mais se ouviu nem mais nenhum ataque se deu! Significativo!

(2ª) - O ESTADO CONTINUA
A “ESBULHAR”

Segundo o mais recente relatório da OCDE, o português médio pagou ao Estado 41,5% do seu salário, em impostos.
Em 2015 tinha pago 42,1%, havendo portanto um ligeiro abaixamento.
Destes impostos, 13,4% são descontos médios que o Estado cobra em sede de IRS, e 8,9% referem-se a descontos para a Segurança Social.
As empresas pagaram ao Estado, em média, 19,2% do salário de cada um dos seus empregados.
Em Espanha o mesmo índice comparado é de apenas 39,5% e na Suíça de 21,8%.
A média da OCDE situou-se em 36%.
Com esta carga fiscal brutal como pode Portugal andar para a frente e desenvolver-se?

Minha Nota de 05 de Maio: - ninguém comenta? Nenhum Partido fala disto?

(3ª) - TAXAS DE NATALIDADE
NA EUROPA

Para uma civilização se manter terá que haver, em média, 2,1 nascimentos por família. Isto é, cada casal terá, em média, que ter mais do que dois filhos.
Abaixo desta taxa média, qualquer civilização tenderá a extinguir-se.
Em alguns países a taxa actual é a seguinte:
França- 1,8; Reino Unido- 1,6; Grécia- 1,3; Alemanha- 1,3; Itália- 1,2; Espanha- 1,1; Portugal- 1,1.
Na União Europeia a média de nascimentos é de apenas 1,38.
Se estes números se mantiverem, a civilização ocidental europeia extinguir-se-á, segundo as estimativas, algures entre 2050 e 2080.

Minha Nota em 05 de Maio: porque é que os órgãos de comunicação e os dirigentes políticos continuam a fingir que nada se passa?
….
(4ª) - ISLAMIZAÇÃO
DA EUROPA?

A taxa de natalidade dos Imigrantes muçulmanos em França é de 8,1 nascimentos por casal, contra 1,8 dos franceses. 45% dos que têm menos de 20 anos são islâmicos.
No Reino Unido a população muçulmana era de 89 mil pessoas, em 1990.
Em 2015 já era de 2,5 milhões.
Na Holanda, 50% dos recém-nascidos são muçulmanos.
Os estudos internacionais apontam para que em 2030, 1 em cada 5 pessoas que vivem em França sejam muçulmanas.
Na Holanda, 50% da população será também muçulmana.

Recorde-se previsão, dos anos 1990, sobre o futuro da Europa:
- “Há sinais de que Alá garantirá a vitória do Islão na Europa, sem armas, sem conquistas militares. Os mais de 50 milhões de muçulmanos que vivem na Europa, transformarão esta num continente islâmico, em poucas décadas” – Muhammad Khadafi – Líbia.

Continuem a pensar que os filhos são uma despesa e não um seguro de vida futuro.
Se os vossos pais assim tivessem pensado, não estariam agora a ler este artigo.
A Europa, e Portugal, a caminho da Islamização?

Minha Nota em 05 de Maio: Este assunto não é mais importante que Macron ou le Pen?

Aqui vos deixo mais estas notícias, que em devido tempo publiquei, para que possam reflectir sobre os seus conteúdos.

Desejo-vos a todas e a todos um bom fim-de-semana.

Melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Enviar um comentário