05 fevereiro 2014

RENEGOCIAR a DÍVIDA - o Sr. 1º MINISTRO não sabe o que é!

REFLEXÃO sobre o ESTADO da NAÇÃO (5-FEV-2014)
Bom dia meus caros amigos e leitores.
Estamos em presença de uma pessoa muito mal preparada e, até à data de ser 1º Ministro, sem qualquer experiência de negociações empresariais. (a sua única experiência foi a de ser o "factotum" do Engº Angelo Correia).
...
Por isso não tem a noção do que quer dizer, em termos financeiros e bancários, a palavra Rene...gociação para Consolidar a dívida soberana.
...
Assim, em vez de propor passar o pagamento da dívida de 20 para 40 ou 50 anos;
Assim em vez de propor pagar um spread máximo de juros de 1 p.p. sobre a taxa de desconto do BCE;
vamos ter (NÓS) que pagar nos termos e prazos estipulados pelos credores, sem renegociar e consolidar a dívida, já agora causada pelo Sistema Financeiro e por alguma má gestão dos governos desde 1985;
...
Isto, ao contrário do que outros parceiros da UE estão já a fazer.
...
O último Relatório da Comissão Europeia vem admitir, finalmente, que para recapitalizar a banca europeia (ora só se recapitaliza quem se descapitalizou) já dispendeu 1,5 Biliões de euros, que NÓS cidadãos estamos a pagar pois essa dívida foi, em grande parte, transformada em dívida soberana..
...
Não os maço mais.
Mas com este 1º Ministro e com a perspectiva do que lhe vai suceder, Portugal está entregue a uma classe política impreparada e sem qualquer qualidade, o que pode ser dramático para Portugal.
...
Assim, penso que a Sociedade Civil mais qualificada terá que fazer qualquer coisa para modificar este rumo dos acontecimentos e para desenhar uma ESTRATÉGIA para Portugal de Médio e Longo Prazo que leve Portugal para Novos Rumos e Novos Desígnios.
...
Os meus melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Enviar um comentário