06 março 2015

CARTA ABERTA aos MILITANTES e SIMPATIZANTES do meu PARTIDO - CDS-PP

Existem no presente algumas propostas de Alternativa à actual Direcção.
Para mim isso é saudável e mesmo desejável já que implica mais discussão sobre os destinos do Partido, no Sistema Político Nacional, e a discussão é útil e é a base da Democracia, de que somos um Partido Fundador.
...
Agora alguns Companheiros sugerem agora que o Dr. Manuel Monteiro (ex-Presidente) ou o Dr. Ribeiro e Castro (ex-Presidente) se deviam novamente candidatar a ser de novo Presidente do CDS-PP.
...
Outros, em muito maior número, querem uma nova Pessoa para se candidatar à Presidência do Partido.
...
Mas infelizmente alguns companheiros, quando não concordam com alguém recorrem ao insulto em vez de apresentarem argumentos contra.
...
Infelizmente no meu Partido o CDS-PP é assim muitas vezes, o que faz com muita gente se afaste.
Não é por acaso que ao longo dos últimos 40 anos, tenhamos sido o maior exportador de Quadros competentes para outros Partidos, por causa destas atitudes.
Enfim... escuso-me de relembrar vários dos nomes.
...
Sobre as hipóteses levantadas, direi que uma coisa é eu admitir e saudar que haja companheiros que os refiram como hipóteses de sucessão ao actual líder, outra é eu rever-me ou não nas hipóteses ventiladas, por pessoas que o defendem.
...
Estou à vontade, pois trabalhei com o Dr. Manuel Monteiro, com o Dr. Ribeiro e Castro e com o Dr. Paulo Portas.
TODOS eles, como é natural, têm alguns defeitos e muitas qualidades e TODOS foram, Legitimamente e Democráticamente, eleitos Presidentes do meu partido.
...
E TODOS tiveram o partido consigo.
E por isso os respeitei e respeito, embora possa estar ou não de acordo com tudo o que dizem, o que é também um direito meu, inalienável.
...
Uma coisa é respeitar que pensem de forma diferente da minha outra bem diferente é insultar.
Se o meu desacordo for insanável, fico como militante de base.
Se não for insanável, colaboro se para tal for solicitado.
É esta, para mim a essência das coisas.
...
Dito isto, será que o actual líder tem que ser eterno?
Que se acabou a possibilidade de os militantes e os simpatizantes escolherem outro líder ?
Não o creio e não o desejo, para bem do CDS-PP e para bem de Portugal.
...
Era bom que TODOS os Companheiros, simpatizantes ou militantes, fossem mais tolerantes perante a diferença de opiniões.
Seriamos com certeza um Partido mais rico em pessoas e em capacidades e seguramente seriamos um Partido maior.
...
Era bom reflectirem nisto.
Não é pela exclusão, mas sim pela inclusão que um dia poderemos aspirar a Governar (sem sermos muleta de ninguém nem de programas alheios) Portugal.
...
Muitos clamam pela memória do Engo.º Adelino Amaro da Costa, sobretudo quando dá jeito.
MAS ... poucos seguem o seu lema e o aplicam:
"Unanimismo NÃO ... Unidade SIM" !
...
Isto é... Unidos mas respeitando-nos uns aos outros e às diferenças de pensamento, embora quem é eleito tenha o direito de ter as suas próprias ideias e outros possam discordar delas.
...
Portugal precisa urgentemente de um NOVO MODELO de Sociedade e de um NOVO CONJUNTO de VALORES que o CDS-PP perfilha no seu Ideário, mas que têm sido deixados de lado nos últimos anos:
Refiro-me aos Valores da Meritocracia, Honra, Dignidade, Seriedade, Espírito de Missão, Firmeza na Defesa dos Interesses Permanentes da Nação Portuguesa, para só citar alguns.
...
Mas só com mudanças se poderá levar a efeito a MUDANÇA necessária.
Os actuais dirigentes já estão há muito tempo na direcção, demasiado, digo eu.
...
É preciso recuperar o espírito do CDS-PP e isso, na minha opinião, só se fará com caras diferentes, com experiência profissional no País real, fora das carreiras meramente políticas que inspirem Credibilidade aos Portugueses e que contribuam para Recuperar a Confiança de que há pessoas capazes e com o suficiente Espirito de Missão de Serviço à Nação Portuguesa, para levar Portugal para diante, no caminho do Desenvolvimento e do Progresso sustentado.
...
Por mim estou disponível para apoiar uma Nova Solução de direcção do CDS-PP.
Resta-me saber quem se prefigura como candidato e com que Programa para Cumprir se apresenta.
...
Entretanto gostaria que a actual direcção, face a uma Hipótese de Nova Coligação, e face á importância decisiva que uma decisão destas terá na vida do CDS-PP, submetesse Democráticamente ao VOTO dos Militantes e dos Simpatizantes, a decisão de haver ou não uma Coligação.
...
Não basta dizer que se é Democrata ... há que Prová-lo em Decisões que são Criticas e de Relevante Importância.
...
O Dr. Paulo Portas, no seu manifesto eleitoral tinha prometido que consultaria o Partido e os seus Militantes se tivesse que tomar posições criticas e decisivas para o futuro de Portugal e do CDS-PP.
..
Está na altura de CUMPRIR essa promessa e desafio-o a fazê-lo.
...
Á Vossa Reflexão.
Melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Militante e ex-dirigente nacional do CDS-PP

Enviar um comentário